Vasco se segura, empata fora de casa e treinador e Rodrigo, se desentendem

Depois de duas derrotas jogando no Rio de Janeiro, o Vasco desta vez, conseguiu pontuar contra a Ponte Preta fora de casa. Mas o que me chamou a atenção, não foi nem a partida em si, mas sim, a relação dos jogadores com o treinador. Antes da contratação do Milton Mendes, Rodrigo pediu dispensa do clube, indo para o clube do interior paulista. No reencontro de hoje, ambos tiveram uma rápida confusão, na qual, o treinador do Vasco afirmou que o que o ex-jogador do clube fez, era porque "ele estava com inveja por não estar no Vasco" (algo parecido assim).

Não entendo muito de situações como essa, mas ao perguntarem algo para o Milton, vi que tem alguma coisa por trás que está fazendo essa situação toda. Antes da partida, ao ouvir na rádio Globo, disseram que os jogadores estavam infelizes com ele, na qual, tinham se reunido após a derrota por 3x0 pro Cruzeiro. Segundo os comentaristas da Globo, os mesmos jogadores depois se reencontraram com o treinador e "resolveram" a questão. Em resposta ao que foi dito, Rodrigo, disse que já tinha feito história no Vasco e que era o treinador o invejoso.


A confusão aconteceu justamente quando o ex-capitão do time, se reencontrou com os jogadores, dando um empurrão no Milton quando ele chamou os mesmos para sair de campo. Isso, me faz acreditar na versão do Rodrigo, dado a meses atrás. Que na ocasião, falou que o Nenê seria o próximo, e é o que está parecendo. O meia não se apresenta mais e pode ser que ele saia do Vasco!

Agora, tirando a treta de lado. O jogo não teve gols, mas também não foi tão entediante. É claro, que a Ponte Preta chegou mais perto do gol, sendo muito mais objetiva. O Vasco só se defendeu, usando o contra ataque como sua melhor arma. De quebra, funcionou, mas não como deveria. Investir na base, é o certo nesse momento, em que, estamos vivendo. Mas por as três joias na linha de frente, colocando uma responsabilidade neles, é bem arriscado. 

Volto a repetir: por que não coloca o Manga como titular?

Também eu não entendo, o que ele vê em Wellington . 

Pelo esquema do adversário, jogar com três volantes, para mim, foi louvável.Graças a isso, o Vasco segurou a partida e ganhou este um ponto fora. Também, devemos agradecer a Martín Silva pelas defesas que fez - afinal, foi o único goleiro que trabalhou no jogo, uma vez, que todas as investidas do Vasco, não fizeram nenhum perigo ao adversário. Poderiam até fazer, mas colocar a responsabilidade na garotada, é meio que arriscado.  Vivem chutando de fora da área sempre, mas nunca acertam o gol.

Agora que o primeiro turno encerrou, não podemos mais errar. O próximo adversário, é o Palmeiras, no Rio de Janeiro. Vai ser uma parada dura, ainda mais, porque o time ainda não venceu no estádio do Volta Redonda esse ano, além do peso de não vencer a três jogos. Fora o fator, de que, a última partida contra o time paulista, levamos um chocolate.

Boa semana a todos

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.