Após 12 anos, Vasco volta a ser campeão carioca

Não é novidade para ninguém que vencemos da maneira mais gostosa que tem: HONESTO. Como em uma frase que vi em um grupo no Facebook: "PORQUE HONESTO, É MAIS GOSTOSO"

Imagina só a mulambada, torcendo hoje na TV, ficando alegre com o gol do nosso adversário e chorando mais uma vez ao ver Gilberto, o cara, dar o gol do título.... 



Sim, meus amigos. O RESPEITO VOLTOU, E... PONTO! Depois das injustiças cometidas no ano passado, finalmente Deus fez justiça. Aquele negócio da bíblia que falei na postagem anterior: "OS HUMILHADOS, SERÃO EXALTADOS".

Tanto jogadores quanto torcida, sentiram isso na pele. Sim, vencemos... campeões... para afastar a má-fama de vice (um ciclo que será quebrado de vez quando vencermos mais duas competições, como venho falando desde o ano passado no blog.)

A torcida do Botafogo, está de parabéns!

Não tivemos nenhuma confusão.
Eles realmente entenderam que estávamos precisando do caneco mais que eles... por causa disso, não ouvi a torcida do Vasco gritar "ão ão ão, segunda divisão"... após o título, pelo twitter, o alvinegro parabenizou o Vasco pela conquista (isso é que é espírito esportivo!)


Nem cantariam também... não houve tempo... esse jogo foi tão disputado quanto o primeiro jogo da final. No início, vieram como um foguete. Aquele tal de Bill quase marca se não fosse mais uma vez o nosso "ministro da Defesa" (vi essa no canal RESPEITÃO DA GAMA).

Nosso time jogou muito... fiquei admirado com as jogadas ensaiadas, que de quebra, foram a melhor coisa já vista dentre a atuação dos últimos times do Vasco (incluindo o time de 2011). Dos jogadores, falarei de Rafael Silva, o viado que entrou no jogo passado para fazer a história e acabou sendo um dos melhores em campo (minha opinião). Não concordei com o Doriva substituí-lo.

Já Julio dos Santos, o nosso "Cirino" (que não marca em clássico... quer dizer, que não marcou ainda em jogo nenhum) atuou bem, mas bem que poderia ter mais sorte.

Dagoberto e os demais foram ótimos. Guiñazu para mim foi um dos melhores em campo... tava que nem um cão doido e acho que só realizou uma falta, esse Guina é o terror...

Gilberto, o cara. O homem que a Fla-press cagou e andou acabou fazendo uma mudança no script da Globo estragando a festa de 50 anos de emissora com um Vasco finalista, fez o que ninguém esperava, o gol do título... 

No fim do primeiro tempo, eu pensei "cara, eles tem que fazer um logo para a gente ficar tranquilo." Mal acabei de pensar, Rafael Silva marca aquele gol... gritei que nem doido.

O time do Botafogo ofereceu perigo. Algumas vezes eram só pressão alvi-negra, até que o Vasco começou a se ajeitar. No início do jogo só dava Botafogo, até que soubemos nos encontrar. Depois quando Doriva tirou Dagoberto e Julio dos Santos para por Bernardo e Marcinho, o time caiu de rendimento (na minha opinião) e sofremos muito. Meu coração estava pulando pela boca nos minutos finais... um jogador deles foi expulso, graças ao juiz que dava cartão para qualquer falta um pouco mais forte.

Nem um a mais me deu segurança... queria que acabasse logo, queria gritar é CAMPEÃO. Aproveito aqui para falar que a arbitragem nesse jogo quanto no primeiro estava ÓTIMA. Não teve nenhum momento que eu xinguei o juiz. A FERJ tem que voltar a apitar futebol e não beneficiar ninguém, o esporte agradece. Até que, Gilberto, o homem que jogou as finais, o artilheiro do Vasco, o desconhecido que a Fla-press ignorou, fez a diferença. Todos esperavam que ele fizesse os gols, mas "andou sumido" - atuou bem mas não teve chances de muito perigo...

Duas semanas antes, em um programa da Sporttv, Gilberto tinha se encontrado com Renan (goleiro do Botafogo) e disse: "VOCÊ VAI SENTIR A POTÊNCIA DO MEU CHUTE", e foi por ironia do destino, essa potência que levou ao Vasco seu vigésimo terceiro título estadual, último ganho em 2003 (óia só o tempo).

Para encerrar essa postagem, só quero dizer que no momento do gol do Gilberto eu fiz um monte de coisas malucas: gritei, pulei, dancei, falei palavrões, zoei o flamengo entre tantas coisas... espero voltar a fazer isso de novo, porque Eurico acertou em contratar o Doriva, "o melhor técnico do mundo, até agora" - como diria Homer Simpson

BOA SEMANA, VASCAÍNOS...

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.