Time reserva do Vasco garante de forma bizarra a vaga para próxima fase

Bizarro seria a palavra. Doriva chama seus reservas de "Reforço", mas em seu Banco de Reforços (assim como ele se refere aos seus reservas) não atuou como time grande não. O primeiro tempo foi um fiasco! Time morno, jogo morto. Acho que jogadores amadores teriam mais empenho. Eu entendo que eles estavam confiantes da classificação devido aos recursos e também ao adversário.

Era chance para a galera do banco aparecer, mas não me convenceu muito. Thalles, Yago e John Cley (cidadões que eu não tenho muita confiança) resolveram a partida. Foi um jogo bem amador! A torcida perdeu a cabeça e teve confusão por causa da saída de Bernardo (que na minha opinião, é UM BOM JOGADOR - apenas está em um momento ruim). Os vascaínos pegaram no pé dele que o mesmo não aguentou a pressão e saiu aos prantos. Nei, em entrevista na Sporttv2, falou sobre o que aconteceu com seu amigo e sobre ser xingado em campo (eu mesmo assumo que eu o XINGUEI MUITO TAMBÉM) mas a torcida é assim.

Achei muito vergonhoso o time de hoje, rapaz. O time do Rio Branco não é nem time profissional (alguns jogadores tem empregos próprios e precisam dividir o tempo entre a bola e sua profissão) e mesmo assim um amargo 3x2? Quando o primeiro tempo acabou, pensei logo no tal respeito que ouço muito Eurico dizer... "Respeito"? Respeito é ter um time de reservas que joga futebol em cima de times fracos e não a atuação como hoje. Por isso que eu falo, foi uma vitória bizarra! Não confio no Thalles ainda (fez dois gols porque eram gols feitos) e Yago (alguém que demonstrou raça) recebeu meus xingamentos pela TV e assim que estava fritando algo na cozinha ouvi da mesma que tinha marcado um gol.

Não estou contente com o time reserva de hoje, porém, estou animado para a próxima fase. Ainda temos um ano todo pela frente para acertar. Que a experiência de hoje possa render algum fruto pro futuro, porque os torcedores hoje xingaram nomes quando estavam perdendo e depois gritou os mesmos nomes quando o time virou... "agimos por paixão", como disse o Nei. Confira os momentos da partida (nem falo "melhores"):
Que essa paixão seje recompensada com pelo menos um título esse ano. A única forma de trazer o Vasco de volta a vida.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.