Diretoria do Flamengo chora em relação ao protesto vascaíno

Maluco, na boa. Eu falo que eles são uma torcida esquizofrênica, mas acho que a diretoria não tem muita diferença não. Nos últimos anos você viu a FERJ dar umas ajudinhas legais. No ano passado pipoquei aqui direto com denúncias e reclamações da grande injustiça que foi. Foram ajudados até para não cair para a segunda ano passado. 

A parada é tão séria que até o canal Desimpedidos fez uma vídeo com os top 10 roubos do Flamengo (sendo 3 contra o Vasco, veja em Top 10 dos maiores roubos a favor do Flamengo). Agora que estão perdendo seus apitinhos amigos começam a chorar, né? Pois bem... na postagem Vasco denuncia em sua página oficial, o circo rubro-negro, falei da manifestação vascaína em relação ao favorecimento da arbitragem ao menguinho, que não expulsou o jogador Jonas depois daquela porrada em Gilberto além da entrada dura de outro jogador (que eu não me lembro quem) que também seria cartão vermelho direto.

Essa manifestação no site oficial do clube, fez o vice presidente de futebol do Flamengo, o senhor Alexandre Wolbel, chorar. Este senhor cobrou ao TJD uma punição ao Vasco por causa desse protesto (veja só, rapaz! Os caras tão querendo punição por aquilo que foi publicado em um site?) O cidadão ainda vai além, meus camaradas. Para ele, não deve haver omissão para punir nosso clube, uma vez que Fred, Luxa chorão e Wallace teriam sido punidos (já sei que se isso não der em nada, o que parece que acontecer, eles vão criar uma fantasia na TV para dizer que se o Vasco vencer ou for campeão, foi sob um título "claramente roubado" - bando de canalhas, por sinal).

Para terminar, veja as palavras do Alexandre:

"O Flamengo já foi prejudicado no campeonato e, eventualmente, beneficiado. Não acreditamos que exista algum tipo de complô. Acontece no mundo todo. Lamentamos os erros, mas lamentamos muito mais as insinuações sobre isso. Chamam de farsa, benefício para A ou B. Não acrescenta nada, só cria um ambiente ruim para o clássico"


Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.