Romário

Um dos jogadores que mais admiro, não só a carreira de jogador mas como também de deputado.

Romário, o baixinho que era o perigo dos goleiros e polêmico em decisões; Quando ele se aposentou, na época eu pensei até que o futebol iria perder um pouco a graça sem ele, pois ele não é só um ícone do Vasco, como também da seleção brasileira.

Um dos jogadores de futebol mais importantes da história e ainda conseguiu assim como o eterno Pelé a fazer 1000 gols na carreira. Romário é lendário!

Como é de costume no blog, eu apresento os jogadores que fizeram história no Vasco. Gosto de colocar apenas o que ele fez pelo time e evito falar de polêmicas fora das quatro linhas, passagens pela seleção e outros times.

Então, caso queira saber mais sobre o baixinho cujo não estejam aqui, procure pela internet, ok? 

Não sei se exatamente o Romário é vascaíno, mas sei que ele é um profissional e tanto - nunca teve aquela boiolagem de alguns jogadores de quando fazem gols em um certo time, não comemorar... quando jogava num clube, ele dedicava 100% ao mesmo. Romário não foi ídolo só no Vasco (o clube que ele parece estar mais familiarizado), como também no rival Flamengo e no Fluminense. 

Títulos
Veja os títulos que o baixinho trouxe para São Januário.
  • Campeonato Brasileiro 2000 
  • Campeonato Carioca 1987 e 1988 
  • Copa Mercosul 2000 
  • Copa Ouro de 1987
  • Copa TAP de 1987
  • Taça Guanabara de 1986, 1987 e 2000
  • Taça Rio 1998 e 2001
  • Taça Brigadeiro Jerônimo Bastos 1988
  • Troféu Ramon de Carranza 1987 e 1988
  • Torneio Cidade Juiz de Fora 1986 1 1987
Artilharia
Ele era realmente um "maníaco" na pequena área, mas irei por aqui apenas as que ele conseguiu sendo jogador do Vasco, mas aviso que ele foi muito próspero com atacante.
  • Campeonato Brasileiro 2000 (20 gols), 2001 (21 gols) e 2005 (22 gols)
  • Copa Mercosul 2000 (11 gols)
  • Torneio Rio São Paulo 2000 (12 gols)
  • Campeonato Carioca 1986 (20 gols), 1987 (16 gols) e 2000 (19 gols)
Estátua de Romário e camisa 11 eternizada
O baixinho chegou até a ganhar uma estátua em sua homenagem, inaugurada em 2007. Feita em bronze e possui o mesmo tamanho do atacante, que segundo Eurico Miranda (presidente do clube na época) era uma homenagem a tudo o que o atacante fez pelo clube.

Também teve o fato de eternizarem a camisa 11, entre idas e vindas - eles voltaram atrás. Na minha opinião isso é uma viadagem!

Camisas tem números e a tendência é que conheçamos os grandes craques que vestiram a tal camisa e não deixar de existir uma apena porque um jogador se tornou ídolo com ela.

Se notar os títulos que Roberto Dinamite trouxe ao Vasco - ele merecia que sua camisa fosse eternizada, não Romário - veja em Roberto Dinamite, o Maior goleador do Vasco

O top 10 dos gols de Romário pelo Vasco da Gama
Confira agora os 10 gols mais marcantes do baixinho com a camisa do Vascão.


Jogador e treinador: ao mesmo tempo!
Nunca ouvi falar de um técnico também ser jogador... se eu estiver enganado com a data, que me corrijam nos comentários, mas Romário chegou a ser um treinador interino por pouco tempo e chegou a ser técnico e jogador no segundo jogo contra o América na Copa Sul-Americana de 2007.

Finalizando
Há muita coisa sobre o jogador que deixei de fora, incluindo os prêmios individuais que conquistou (e que por serem muitos) decidi não colocar aqui. Admiro tanto a carreira que ele teve como a atuação de deputado, e mesmo sendo abusado e polêmico - ele fazia a diferença.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.